Perfil – Monique Jagersbacher

Monique Caetano Jagersbacher nascida em 1985 na cidade de Salvador descobriu-se poeta ainda adolescente. Escreveu seu primeiro poema na sexta série, “falava sobre tristeza, um poeminha bem inocente”, diz.
Fã de Augusto dos Anjos, Monique é inspirada pela sociedade, solidão e pelas pessoas à escrever seus poemas. Prefere não classificar sua poesia em lírica, social ou outra categoria.  “Não gosto de categorizar a arte em isso ou aquilo. Mas se pedisse para explicar o que escrevo diria que escrevo sobre o que sinto”, diz ela.

Para Monique ser poeta é “ser alguém que tem uma capacidade absurda de sentir e ver o mundo. E saber escrever sobre essas sensações”.

Monique faz uso da internet para publicar seus textos em blogs, um com poesias, Poesias de Calliope, e o outro as Crônicas de Calliope.

Antologias:
Fala Escritor em Prosa e Poesia, 2010
A Plêiade, 2010

Anúncios